Manutenção e instalação

O raio não cai só no prédio do vizinho!

O raio não cai só no prédio do vizinho!

Condomínios devem fazer manutenção dos pára-raios.

O sindico ou administrador é o responsável pela manutenção do para-raios e por isso deve escolher empresas confiáveis . As empresas devem ser do ramo de engenharia e possuir engenheiro eletricista responsável pelos serviços.

A maioria dos prédios possuem pára-raios, porém nem todos estão de conformidade com a NBR 5419-15 ou estão com a manutenção em dia. Em qualquer das duas situações o síndico deve chamar uma empresa especializada para fazer a vistoria técnica nas instalações. O profissional irá fornecer um relatório das providências a serem tomadas, ou seja: Se precisa de manutenção ou adequação conforme a nova norma da ABNT.

Tanto a manutenção quanto a nova instalação (adequação) ou laudos precisa de uma A.R.T Anotação de responsabilidade técnica dos serviços executados registrados junto ao CREA do engenheiro eletricista responsável pelos serviços.

As edificações que possuem pára-raios radiativo devem proceder a imediata contratação de empresa especializada para sua remoção e encaminhamento ao depósito de rejeitos radiativos do CNEN – Comissão de Energia Nuclear, conforme resolução 004/89, que proíbe os captores radiativos com américio 241.

A correta manutenção do sistema de SPDA (pára-raios) é uma exigência legal dos órgãos de fiscalizações e principalmente do Corpo de Bombeiros Militar.

Será que que o pára-raios do meu prédio está funcionando? Qual é o risco ?

Se o sistema de SPDA ( para-raios) estiver fora de norma ou sem manutenção é claro que existem riscos, porem não se pode determinar o real risco sem uma completa inspeção do sistema instalado.

Como síndico ou adminstrador sou responsável?

Todo sindico ou administrador é responsável pela segurança do prédio e poderá responder civil e criminalmente pelo condomínio, caso aconteça algum dano a edificações bem como aos seus moradores.

O síndico também responde se contratar uma empresa que não tenha capacidade técnica comprovada para fazer instalação ou manutenção em sistema de pára-raios e acabar respondendo por omissão ou negligência.

O que devo fazer?

Fazer cotação e saber escolher a empresa instaladora que irá fazer as instalações ou manutenções no sistema de para-raios.

Como contratar sem correr riscos?

1) Solicite uma vistoria técnica na sua edificação a uma empresa de engenharia elétrica. (Cuidado com as firmas que faz de tudo um pouco);

2) Solicite proposta detalhada de como será feito os serviços. ( Pesquise o CNPJ da empresa no site da Receita Federal e veja se a mesma está ativa);

3) Solicite reunião com pessoal técnico da empresa antes de contratar;

4) Solicite referências de serviços executados e ligue para confirmar;

5) Solicite a certidão do registro do engenheiro no CREA, tanto da empresa como do engenheiro eletricista, dentro da validade;

6) Solicite antes de contratar se os funcionários possuem NR 35 ( trabalho em altura) a Certificação é uma exigencia legal do Ministério do Trablho. Não contrate empresa que não tenha este certificado;

7) Solicite antes de contratar a relação do pessoal bem como as guias pagas de INSS. (Cuidado ao contratar empresa que não registra funcionários, em caso de acidente o condomínio passa ser solidário junto ao INSS e MT);

8) Solicite que seja feito contrato entre as partes e que os serviços deste contrato sejam registrados junto ao CREA, por meio de ART;

9) Não deixe iniciar os serviços sem o projeto de SPDA conforme norma 5419-15;

10) Antes de fazer os pagamentos, peça o laudo técnico do serviço assinado pelo engenheiro responsável pelos serviços visado pelo CREA;

11) E por fim, exija o projeto, laudo técnico, a ART do CREA e a Nota Fiscal. Estes documentos são a garantia do condomínio.